Home > Centro de Conhecimento > TRANSPORTES PÚBLICOS ''MAIS VERDES''

2017-04-07 00:00:00.26

TRANSPORTES PÚBLICOS ''MAIS VERDES''

Transporte Publicos Smart


As preocupações ambientais dos cidadãos estão a transformar as cidades e a exigir dos governantes soluções mais "verdes". Os autocarros elétricos são o futuro. Conheça os fundos europeus de apoio e as tecnologias de georreferenciação ao dispor.


Transportes públicos "mais verdes" e inteligentes são o futuro. Basta recuar meia dúzia de anos no calendário para percebermos as enormes transformações que o mundo tem vindo a conhecer, no que diz respeito às preocupações com o ambiente e a sustentabilidade das cidades. Com a crescente complexidade dos meios de transporte, exige-se aos governantes que procurem novas e melhores soluções para o crescimento do número de veículos nas estradas e, ao mesmo tempo, para os problemas ambientais associados a esta realidade. Por isso, é imprescindível que os sistemas de transportes públicos sejam pensados tendo em conta não apenas a eficiência dos seus serviços, como também os fatores "poluição" e a respetiva "pegada ecológica".

O setor dos transportes públicos tem uma importância capital nas nossas vidas, já que interliga áreas tão diversas do quotidiano como sejam a saúde, a água e energia ou a educação. Na sociedade moderna, já poucos concebem o quotidiano sem a presença de um telemóvel que nos permite comunicar de imediato com qualquer pessoa, de um computador que nos liga à Internet, ou, por exemplo, de um autocarro ou comboio que circulem sem estarem ligados em rede e "saibam" acerca uns dos outros.

Para dar um exemplo elucidativo acerca da importância dos transportes e da forma como interferem na qualidade de vida dos cidadãos, olhemos para o caso da cidade de Rennes (França). As composições do metro estavam sempre lotadas de manhã, sobretudo devido aos milhares de alunos que viajavam a caminho da escola. Graças ao entendimento entre os departamentos da educação e dos transportes do município, o início das aulas foi retardado em 15 minutos e com isso foi libertado espaço nas carruagens. Simples e eficaz. O setor dos transportes públicos tem especiais responsabilidades na qualidade de vida dos cidadãos, pelo que os operadores e as autoridades locais e nacionais devem entender-se, de modo a colocar todas estas áreas debaixo de uma só orientação.

Até 2020, serão investidos no espaço europeu cerca de 12 mil milhões de euros na modernização de frotas de transportes públicos. A informação ao dispor de governantes e cidadãos está em diversos portais da Comissão Europeia.

No sentido de tornar os sistemas de transporte público uma causa comum a todos os países da União Europeia, está disponível para os municípios europeus até 2020 uma verba que ascende a 12 mil milhões de euros para serem investidos em mobilidade urbana. Este valor representa um aumento de 40 por cento em relação ao período 2007-2013, estando abrangidos 24 Estados membros (incluindo Portugal, claro). Os interessados em beneficiar deste fundo apenas terão de aceder aos portais da Comissão Europeia, onde podem encontrar toda a informação disponível acerca dos mecanismos à disposição, bem como ficarem ao corrente de todos os benefícios fiscais de que podem beneficiar com a aquisição de veículos mais amigos do ambiente.

Os fundos serão, depois, geridos a nível nacional por cada uma das autoridades nacionais, podendo as cidades investir diretamente cinco por cento desses fundos em desenvolvimento urbano.

Em Janeiro último, a UITP, a Autoridade Internacional dos Transportes Públicos, publicou um relatório, no qual dava conta de que 25 cidades europeias publicaram a chamada "estratégia e-bus" para 2020. Por essa altura, adianta a UITP, deverá haver mais de 2.500 autocarros elétricos a operar nessas mesmas cidades, representando seis por cento do total da frota, estimada em 40 mil veículos .

E O Reino Unido é onde existem mais autocarros elétricos em circulação de todo o espaço europeu. Mas é na China que o setor está mais avançado e de um total de 173 mil veículos existentes no mundo, os chineses possuem cerca de 170 mil...

Para melhor se perceber o que está a ser feito em termos europeus, olhemos para o caso do Reino Unido, que lidera a tabela europeia dos países com mais autocarros elétricos, num total de 18 por cento . Na Europa, há atualmente 1.300 veículos elétricos a circular, ou prontos a circular, estando a Holanda, a Suíça, a Polónia e a Alemanha nos lugares seguintes. No entanto, para se ter uma ideia do que está a acontecer no mundo, refira-se que a China se assume como grande líder neste setor: dos 173 mil veículos que se estima estarem de momento a operar nas ruas, a frota chinesa é de... 170 mil veículos!

Transporte Publicos VerdeSe a circulação de autocarros elétricos nas ruas é sinónimo de cidades mais amigas do ambiente, é necessário acautelar que estes veículos tenham uma atuação eficaz. Isto é, que sirvam de fato os passageiros quando mais eles necessitam. E foi nesse sentido que agiram as autoridades municipais de Dublin, na Irlanda do Norte. A empresa municipal Dublin Bus é responsável pelo transporte de 150 milhões de passageiros por ano, o que representa um total de 70 por cento do volume de transportes públicos que circulam na capital irlandesa durante as horas de ponta.

Em Dublin, Irlanda do Norte, os autocarros dispõem de sistemas de georreferenciação, o que permite aos responsáveis técnicos locais saberem exatamente onde está cada veículo e, assim, gerirem a frota eficazmente.

Através do uso de um sistema de georreferenciação, os passageiros da Dublin Bus podem saber exatamente onde está o veículo de que estão à espera e a que horas está previsto chegar à paragem. Por seu lado, e mediante as necessidades dos passageiros, os responsáveis técnicos pela gestão da frota podem colocar mais veículos numa determinada linha, já que dispõem de mecanismos tecnológicos que lhes permitem aceder a mapas de larga e pequena escala e de ferramentas de comunicação em tempo real com cada um dos autocarros. Investir em tecnologia que torne as cidades mais amigas do ambiente é apostar no futuro. Os mecanismos financeiros de apoio à modernização das frotas estão aí, resta saber aproveitá-los...

RELACIONADAS


Partilha

Contacte-nos 218 214 932

Envie-nos uma mensagem